Em qualquer fase da vida adulta, lidar bem com as finanças é muito  importante. Mas hoje, vamos destrinchar um pouquinho o assunto e focar em finanças para universitários. A gente sabe que, muitas vezes, é nessa fase que a liberdade financeira vem, juntamente com as responsabilidades. Além disso, muitos jovens também deixam a casa dos pais e precisam organizar seus custos com moradia, alimentação, transporte e lazer. Por isso, não deixe de conferir nossas dicas de hoje e aprenda a se organizar! 

Liste suas despesas

Morando com seus pais ou não, listar quais são as suas despesas é o início de tudo. Essa organização permite que você enxergue quais são seus gastos e de quanto você precisa para se manter. 

Além dos custos fixos, estipule também uma quantia para gastar por mês com aquilo que é variável, como saídas, material didático, roupas e passeios. Assim é mais fácil se controlar e você não tem nenhuma surpresa inesperada no final do mês!

Defina prioridades

Você já teve aquela sensação de gastar dinheiro com algo que não valeu a pena? 

Bom, um jeito interessante de evitar isso é definindo prioridades, despesas impensadas podem gerar um grande rombo no orçamento, então antes de comprar, pense bem se aquilo realmente é necessário. 

A Faculdade é uma época de descobertas. Novos amigos, novas festas, novos bares, e tudo exige um pouquinho de grana, né?! Isso também pode entrar nas suas prioridades, defina um valor X para gastar em cada saída, ou até mesmo já escolha com antecedência quais você vai querer participar. Pequenos detalhes fazem a diferença, nunca se esqueça disso.

Aproveite oportunidades

No geral, os bancos costumam enxergar universitários como ótimos clientes em potencial, e criam modalidades de “Conta Universitária”, “Cartão Universitário” e etc. Não deixe de pesquisar essas possibilidades. 

Fora os bancos, os universitários também têm descontos em serviços de transporte e cultura como shows e cinemas, e isso também ajuda na hora de economizar.

Organize uma reserva de emergência

Você já deve ter ouvido falar na famosa “reserva de emergência”, né?! Você pode se organizar para que, caso tenha algum imprevisto, não fique no vermelho e nem deixe de pagar outras contas importantes. 

No início do mês, separe um pouco do que você ganha e não mexa mais, conforme o tempo for passando, você já vai ter acumulado um bom dinheiro e poderá usar em qualquer emergência. Mas atenção: emergência mesmo, hein?! Não se esqueça do que falamos lá em cima sobre a definição das prioridades!

Tenha paciência

Esse talvez seja o clichê mais verdadeiro que existe, mas é isso, nada acontece do dia para a noite. Estabeleça seus objetivos, mantenha o foco e tenha paciência, assim você vai conseguir o resultado esperado e ter motivação para continuar!

Deixe um comentário